fbpx

Rejeição de MDFe? Conheça as mais comuns e saiba como resolvê-las

Encontrou alguma rejeição de MDFe enquanto emitia a documentação de transporte? Certas rejeições são mais comuns no cotidiano, sendo que a mais recente delas diz respeito ao uso indevido do Manifesto Eletrônico.

Para evitar problemas e possíveis punições (como ficar até uma hora sem acesso à chave de protocolo de autorização), a  melhor saída é entender como uma rejeição acontece e o que fazer para evitá-la. Confira, a seguir, as principais rejeições de MDFe e como resolvê-las.

Rejeição de MDFe: principais causas e como resolvê-las

Rejeição de MDFe

Rejeição 462: Existe MDF-e não encerrado há mais de 5 dias para placa com até 2 UF de percurso informadas

Sempre que houver um MDF-e autorizado ha mais de cinco dias, com no máximo duas UF no percurso, ao tentar emitir um novo para o mesmo veiculo e CNPJ, este será rejeitado pelo motivo 462. Nesse caso, o MDFe anterior precisa ser encerrado antes da emissão de um novo.

Rejeição 609: MDF-e já está encerrado na base de dados da SEFAZ

Quando for emitido um MDF-e com a mesma numeração, série e CNPJ base de um outro Manifesto que já havia sido encerrado, haverá a rejeição 609. Quando a numeração do MDF-e utilizado já tiver sido encerrada, haverá um numero de protocolo e a data de encerramento. A única solução é emitir um novo documento com nova numeração.

Rejeição 611: Existe MDFe não encerrado para esta placa, tipo de emitente e UF de descarregamento

Esta rejeição significa que já foi emitido outro MDFe o mesmo CNPJ, usando a mesma placa de veículo, mesmo tipo de emitente e mesma UF de descarregamento, mas que ainda não foi encerrado no sistema.

Vejamos um exemplo: 

Foi emitido um MDF-e de número 100 em 20/07/2019, por Emitente Prestador de Serviço de Transporte, com Veículo de placa AAA-1234 e UF de Descarregamento em São Paulo. No dia seguinte, foi emitido um novo MDF-e, de número 101, para o mesmo veículo que também descarregará em São Paulo, porém o MDF-e de número 100 ainda não foi encerrado. Nessa situação, o MDF-e 101 será rejeitado pelo motivo 611.

Como resolver a rejeição 611 do MDFe

A Sefaz informará a Chave de Acesso do MDF-e que está bloqueando a emissão de um novo MDF-e. De posse desses dados, é possível verificar se todas as informações que impedem a emissão do novo MDF-e estão realmente corretas. São elas:

  • CNPJ base do emitente;
  • Placa do Veículo;
  • Tipo do Emitente;
  • UF de Descarregamento.

Essas informações não devem constar iguais em nenhum outro MDF-e autorizado e que não tenha sido encerrado. Se há dois Manifestos iguais, a solução é encerrar o que estiver bloqueando a emissão de um novo. 

Em casos de inclusão de mercadorias no MDFe durante o percurso, assim como consolidação e/ou baldeação de cargas e coleta em outros municípios, você pode seguir as orientações dispostas na Cartilha Nacional sobre MDF-e.

Veja também: CTe 3.00a: o que muda? Prazo para QR Code no DACTE é 07 de outubro

Rejeição 686: Existe MDF-e não encerrado há mais de 30 dias para o emitente

Como o próprio nome diz, essa rejeição ocorre quando existe um MDFe não encerrado ha mais de 30 dias para o emitente. Nesse caso, a resolução da rejeição só se dará quando este for encerrado no sistema.

Essa é uma rejeição que sequer deveria aparecer, tendo em vista que uma MDFe não deve ficar por mais de 20 dias aberta no sistema, afinal, raramente existe a necessidade de deixar este documento aberto por tanto tempo.

Esse é um erro que pode ser evitado com revisões periódicas de todos os Manifestos que estão sendo emitidos, visando diminuir a incidência de rejeições no sistema.

Cada vez que a empresa ultrapassar a cota de 5 rejeições desta natureza, receberá a punição de uma hora sem acesso para novas emissões à partir da sexta rejeição.

 

Sistema emissor de CT-e Online
Rápido, simples de usar e com suporte total

  • 100% online! Emita Conhecimento de Transporte Eletrônico em segundos
  • Preenchimento automático de CFOP
  • Averbação automática (integração com mais de 20 seguradoras) e muito mais. 

 

Rejeição 719: CNPJ / CPF do Proprietário do Veículo Reboque Inválido

Essa rejeição começou a aparecer em julho de 2019 para vários emitentes. A princípio, pode ser ocasionada por uma instabilidade no sistema da SEFAZ, que retorna erro mesmo quando o CPF ou CNPJ são válidos.

Para driblar o problema temporariamente, a medida cabível seria enviar o MDFe sem a informação do proprietário do veículo reboque.

No entanto, antes de realizar a tentativa de enviar o MDFe sem esses dados, verifique se de fato o CNPJ ou CPF do proprietário do veículo reboque foi digitado corretamente, para evitar uma nova rejeição desse tipo futuramente.

Atenção sempre que houver uma rejeição do MDFe

Sempre que o sistema acusar uma rejeição, é importante ler com atenção o código da mesma e, também, a qual MDFe está atrelada. Assim, é preciso verificar o problema no MDFe que gerou a rejeição para que seja possível descobrir a maneira correta de resolvê-la.

Caso você simplesmente feche a mensagem de rejeição sem anotar os dados, a resolução do problema se torna mais difícil, uma vez que não se saberá exatamente qual MDFe está ocasionando a rejeição.

Portanto, é preciso não só treinar os funcionários da empresa de transporte para aprenderem a evitar as rejeições, como também orientá-los sobre como lidar com as mensagens de rejeição.

É importante salientar que as novas regras do MDFe ditam que, enquanto o problema acusado pelo sistema não for solucionado, novas rejeições serão geradas até o limite de cinco, ocasionando o bloqueio temporário de uma hora à partir da 6ª rejeição. Esse bloqueio pode gerar um grande atraso no trabalho de toda a equipe de transporte, ocasionando prejuízos para a empresa.

A melhor maneira de lidar com as rejeições do MDFe é sempre evitar que elas aconteçam, trabalhando de forma mais coerente com relação ao que o SEFAZ espera.

| Newsletter
Gostou desse artigo? Inscreva-se gratuitamente e receba novos conteúdos por e-mail.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Simples CT-e
Começar...
Precisa de ajuda?
Olá! 👋
Podemos ajudar?
Powered by